Carteiro chapadão queima milhares de cartas

Um carteiro de York, North Yorkshire, no Reino Unido, foi preso após queimar milhares de cartas que ele não quis entregar por estar sob efeito da “leseira” provocada pela maconha.

Neil Goddard

Neil Goddard, 32, tinha a sua própria plantação de maconha em seu quarto, avaliado em cerca de 8 mil libras (cerca de R$ 26,4 mil). Mas ele fumou tanto do seu próprio produto que se tornou “impossibilitado” de exercer seu trabalho, segundo o tabloide inglês “The Sun”.

Ele se deu conta de que não seria capaz de entregar todas as correspondências e decidiu queimar as cartas em seu jardim. Cerca de 10 mil itens foram queimados.

Quando a polícia antidrogas invadiu sua casa, ela encontrou 227 cartas e pacotes fechados, além de 9.675 panfletos que deveriam ter sido entregues entre abril de 2007 e março de 2008

Os policiais também encontraram equipamento para a produção de maconha além de 80 pés da planta.

Goddard foi condenado a 12 meses de prisão.

Fonte: The Sun

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.