Casal é preso por manter relações sexuais ao lado da delegacia

A Polícia da Inglaterra deteve um casal, por este estar mantendo relações sexuais em via pública ao lado de uma Delegacia de Polícia.

De acordo com as informações, divulgadas pelas principais agências internacionais de notícias, o caso ocorreu na cidade de Gloucester, no Reino Unido, envolvendo Andrew Moore, de 45 anos, e Charlotte Howell, de 27 anos.

Segundo as informações do porta-voz da polícia local, o casal estava de “forma íntima demais” em plena via pública quando policiais que faziam a ronda viram os “amantes”, e pediram para que eles parassem o que estavam fazendo e que fosse para casa ou a um motel.

Ainda segundo a polícia inglesa, ambos se tornaram agressivos, chegando inclusive, a lutar com os policiais, que tiveram que usar a força para detê-los. Ambos compareceram a um Tribunal, onde receberam uma multa e foram impedidos de saírem de casa depois das 22 horas, por cerca de dois anos.

Durante o julgamento Charlotte Howell disse ao juiz que a noite de amor havia “rendido”, e que ela estava grávida. Ela disse que reconhecia seu erro por estar “ultrajando a decência pública”, e por ter resistido à prisão. Já Andrew Moore reconheceu sua culpa por tentar agredir um policial, e pediu desculpas em públicos aos agentes.

O promotor do caso, David Nicholas, disse em entrevista coletiva, que esse tipo de delito se trata de um “caso incomum”, e que os policiais teriam afirmado que Moore estava com as calças e a cueca abaixadas até a altura dos tornozelos, e sobre a mulher, que também estaria seminua.

Ainda segundo o promotor, os policiais inicialmente queriam apenas convencer o casal a parar com a “atividade“, e fazê-los ir a um local mais apropriado, mas que eles foram arrogantes e agressivos, e que teriam dito: “Se vocês não quiserem olhar, que não olhem, mas que nos deixem se divertir.

Durante o tumulto que se seguiu, quando os dois policiais tentaram prendê-los, ambos ficaram levemente feridos, e tiveram que solicitar apoio, já que o casal teria ficado histérico.

A advogada do casal, Lisa Ellis, disse que ambos estavam bêbados, e que perderam o controle. Ainda segundo a advogada, Andrew Moore e Charlotte Howell se arrependem de suas ações.

Fonte: This is Gloucestershire

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.