Dominicano deita na rua e chora após apreensão de sua moto

Miguel Jhonny Rodriguez Jimenez usa o veículo como mototáxi.
Agentes se sensibilizaram com a reação e devolveram o veículo.

Um homem ficou deitado na rua, no centro da cidade de Santo Domingo, capital da República Dominicana, em protesto porque os agentes de trânsito tinham apreendido sua moto, segundo reportagem publicada nesta terça-feira (29) pelo “Listín Diario”.

De acordo com o periódico dominicano, o protesto inusitado foi protagonizado por Miguel Jhonny Rodriguez Jimenez, que usa o veículo como mototáxi, prática que, no país caribenho, é conhecida como “motoconchista”.

“Eu sou um homem trabalhador, porque fizeram isso comigo”, reclamou Rodriguez Jimenez, que chorou na tentativa de sensibilizar os agentes. Devido à inesperada reação, um oficial decidiu devolver a moto para ele se acalmar.

Fonte: Listín Diario / G1

2 thoughts on “Dominicano deita na rua e chora após apreensão de sua moto

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.