‘Facequíni’, conheça a última moda em praias chinesas

Só no ano passado mais de 30 mil unidades do ‘facequíni’ foram vendidas. Muitas chinesas usam a peça para não ficarem com o rosto bronzeado

Moda nas praias chinesas nos últimos anos, o “facequíni” vendeu 30 mil unidades no ano passado. Usada para se proteger do sol e de águas vivas, a máscara foi inventada pelo ex-contador Zhang Shifan, que não esperava que a peça fizesse tanto sucesso.

O “facequíni” apareceu nas praias da cidade costeira de Qingdao em 2004. Desde então, surgiram diversos modelos, de diferentes cores. Muitas chinesas usam a peça para não ficarem com o rosto bronzeado.

Na China, o “facequíni” se tornou uma peça de “status social”, já que a pele pálida é altamente valorizada como delicada e feminina, enquanto a pele escura sugere bronzeamento causado pela agricultura nos campos ou por trabalhos braçais ao ar livre.

Fonte: G1 / Reuters

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.