Homem expulsa criminosos de casa com espada samurai

Criminosos estão recebendo tratamento intensivo em hospital de Córdoba, na Argentina, por causa dos gravíssimos ferimentos

Ladrões armados que tentaram assaltar uma casa no bairro de Cerro Norte, na cidade argentina de Córdoba, na madrugada da última sexta-feira (10), mas não podiam imaginar que a vítima usaria nada mais, nada menos, do que uma espada samurai para se defender.

Dias Costa, de 49 anos, causou ferimentos graves nos bandidos, que fugiram do local do crime sangrando. O quarteto acabou preso antes de ser encaminhado para um hospital local.

Costa e a mulher dele, Christina, de 48 anos, estavam dormindo, quando os invasores, armados com duas pistolas, invadiu a casa do casal, por volta das 3h30 (horário local). Na residência, ainda estavam o filho e a mãe de Costa, de 14 e 70 anos, respectivamente. “Em um momento de distração, o dono da casa pegou a espada samurai e se defendeu, atacando os criminosos, que fugiram”, contou o comissário de policia Mariano Zarate.

Em pânico, o quarteto só conseguiu levar do local uma pequena quantidade de dinheiro. Eles entraram em um carro que roubaram perto da casa de Costa. Sangrando muito, o motorista ainda perdeu o controle do veículo e bateu contra outro carro. O grupo, então, decidiu procurar ajuda médica.

assalto fail - carro

Inicialmente, a polícia prendeu apenas três envolvidos no crime. Mas um quarto, que tentou se esconder dos agentes, acabou procurando o hospital horas depois e também foi detido.

Por motivo de segurança, Costa e a mulher dele foram para casa de parentes. “Ainda não pudemos interrogar a vítima da tentativa de assalto. Ele ainda está em choque”, afirmou a procuradora Jorgelina Guties.

Segundo o jornal El Clarín, os criminosos foram identificados como Juan Cruz Tolosa e Caín Mena, de 19 anos, Maximiliano Moyano, de 24, e Maximiliano Peralta, de 25. Uma mulher, identificada como Gabriela Loyola, de 28 anos, foi presa por envolvimento com a quadrilha.

Fonte: Extra/Terra via Daily Mail
Foto reprodução: FaceBook / Twitter @MWernher

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.