Homem tenta dar migué na polícia e foto vira hit no facebook

A população de Uruará amanheceu com uma notícia desagradável na manhã da última quarta-feira, com mais um assassinato de uma mulher no município de Uruará.

O crime aconteceu por volta das 7 horas da manhã, na Rua 13 de Maio na cidade de Uruará, na residência do Casal. Emerson Sousa da Silva, 36, matou a facadas sua esposa, Madalena Nascimento da Silva que completaria 32 anos, por não aceitar a separação.

Segundo informações, o casal já vinha passando por problemas no matrimônio e Madalena queria a separação, há 15 dias atrás, Emerson a  agrediu e ameaçou de morte, dizendo que se fosse preso, quando fosse solto ele a mataria. Diante disso Madalena não quis registrar o BO na delegacia de Policia de Uruará. Depois desse acontecido, o casal se separou e Emerson vinha insistindo na volta do relacionamento que, logo após, Madalena disse a seu pai que iria dar uma nova chance para Emerson, o mesmo prometeu que iria mudar de vida e ir para a igreja onde Madalena frequentava. A maior causa dos conflitos do casal, era justamente por motivo religioso, já que Madalena era evangélica.

Na noite desta terça-feira, eles até foram juntos à igreja, a vítima estava muito feliz e com esperança de ter seu matrimônio restaurado. Mas o inesperado aconteceu, horas depois, ele assassinou a esposa e se feriu no próprio peito, colocou a faca na mão da vítima, deitando-se ao lado dela já morta, simulando, ter sido agredido.

morto vivo

Os investigadores Tadeu e Eladio arrombaram a porta da residência do casal e se depararam com a cena da vítima morta e o assassino deitado, fingindo que estava desmaiado ao lado dela. Na mesma hora, eles já suspeitaram do ocorrido.

Após ser preso, ele foi levado ao hospital municipal onde passou por atendimento médico e teve o ferimento tratado.

Em seguida, ele foi levado para a Delegacia de Uruará. O delegado Godofredo Martins Borges, que junto com o escrivão Marcelo Eduardo, ouviu o autor do crime, autuou em flagrante Emerson da Silva por homicídio qualificado. Ele está preso à disposição da justiça na carceragem da Delegacia de Uruará.

morto vivo preso

Fonte: Uruará em Foco

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.