Japonesa dirige por sete quilômetros com cadáver preso ao para-brisa do carro

Uma japonesa voltou para casa dirigindo com o corpo de um velhinho de 80 anos estatelado no para-brisa do carro, informou a polícia nesta segunda-feira (11).

Michiko Sato, uma estudante de 23 anos, foi presa por causar morte em um acidente de trânsito e fugir do local do atropelamento.

A polícia acha que a japonesa atropelou o idoso na madrugada de domingo e dirigiu por sete quilômetros com o corpo da vítima preso ao para-brisa.

Um porta-voz da polícia afirmou que a estudante estava tão chocada com o que havia ocorrido que não sabia o que fazer. Não havia sinais de álcool no sangue de Michiko.

A estudante foi presa depois que o seu namorado ligou para a polícia e contou o que havia ocorrido. Ela pode passar até 17 anos na cadeia, se for condenada.

Fonte: R7

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.