Ladrão fetichista é preso com 450 pares de sapatos de salto

Itens furtados pelo japonês fetichista eram de luxo e pertenciam a funcionárias de casas noturnas

A polícia de Tóquio deteve nesta quinta-feira um homem de 28 anos acusado de roubar uns 450 pares de sapatos de salto que de exclusivos clubes noturnos da capital japonesa.

O detido, Sho Sato, foi surpreendido no início deste mês arrombando uma boate no bairro de Ikebukuro e levando dinheiro do caixa, segundo informou hoje emissora pública NHK.

A polícia de Tóquio comprovou que Sato, que é desempregado e não tem casa, tem um depósito em seu nome e foi revistá-lo.

Para a surpresa dos policiais, o depósito continha cerca de 450 pares de sapatos de salto de badalados estilistas como Jimmy Choo.

Os sapatos pertencem supostamente às mulheres que trabalham nesses clubes como “anfitriãs”, uma versão moderna das gueixas japonesas, cuja incumbência é conversar com os clientes desses estabelecimentos.

Até o momento, os investigadores comprovaram que 14 dos pares encontrados correspondem a sapatos roubados de uma casa noturna do bairro de elite de Ginza em novembro passado, avaliados em cerca de 550 mil ienes (R$ 13 mil).

A polícia metropolitana de Tóquio suspeita que esse suposto ladrão fetichista montou sua coleção particular roubando em outros clubes de Tóquio e nas cidades vizinhas de Saitama e Kanagawa.

Fonte: EFE

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.