Machão detona na despedida de solteiro e se casa com radar

Casório foi no Alasca, mas americano pinguço já tinha entrado numa fria bem antes

O pescador Jordan. B Iddings, 24 anos, morador de um vilarejo na costa do Alasca, pode muito bem receber o prêmio imaginário de pior protagonista de festa de solteiro do ano.

Iddings viajou até a cidade de Missoula, no estado de Montana, no norte dos EUA, para celebrar com amigos a última farra antes de trocar alianças com a noiva – que não teve o nome divulgado. Não foi bem uma comemoração tranquila na qual Iddings e cinco amigos se meteram. Eles começaram a noitada na Hooters, famosa rede de lanchonetes com garçonetes vestidas com shortinhos e decotes. Depois, animados, o sexteto foi beber numa boate próxima.

Com muita manguaça na cabeça, Iddings partiu para ignorância. Queria transar com uma funcionária da casa, que, sentindo o grau agudo de embriaguez do sujeito, preferiu largá-lo. Iddings não gostou da rejeição e atacou a moça. Deu tapas e socos, e queria obrigá-la a fazer sexo com ele no meio do bar.

Como ela resistiu, o garanhão bebaço se enfureceu e bateu ainda mais. Outros funcionários tentaram segurá-lo, mas o homem estava selvagem. Só depois que a polícia chegou e o algemou, Iddings ficou calminho.

Preso com os cinco amigos, que gritaram e apoiaram a briga, foi curar ressaca em cana.

Só saiu da xadrez dias depois, com um acordo entre o advogado de Iddings e a corte local. A Justiça permitiu que ele voltasse ao Alasca com a condição de usar um bracelete eletrônico e não beber durante a cerimônia. Com esse dispositivo, é possível encontrar o baderneiro até na Groelândia.

Ele teve direito à lua de mel – sim, a mulher dele ainda quis casar com o homem -, mesmo usando o localizador da polícia.

Iddings será julgado em abril, no estado de Montana. Até lá será monitorado 24 horas pelos policiais. Pode pegar até dez anos de cadeia por desordem, tentativa de estupro e desacato, entre outras acusações.

Só poderá ver a mulher em visitas íntimas – e olhe lá.

Fonte: Missoulian / R7

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.