Mãe enche a cara de cachaça e bebê nasce “bêbado”

Um bebê polonês nasceu “embriagado” depois de sua mãe, de 24 anos, ter uma noite de farra regada a álcool. De acordo com a reportagem, o bebê nasceu prematuro no último dia 17 e precisou ficar em recuperação na incubadora.

O parto, uma cesariana de emergência, aconteceu depois que a mãe passou mal, enquanto tentava comprar mais bebida alcoólica, e foi levada às pressas para uma unidade de saúde.

De acordo com porta-voz do Hospital Wojciech Zawalski, a criança nasceu com os batimentos cardíacos muito lentos, além de ter 4,5 g de álcool na corrente sanguínea. “O feto estava em grave perigo de ser envenenado até a morte”, disse.

Para efeito de comparação, uma pessoa precisa estar com 0,2 g de álcool no sangue para ser enquadrada na “lei seca” da Polônia. Isso significa que o bebê nasceu com um nível 23 vezes maior do que esse limite.

A mãe da criança deve ser indiciada pela polícia local por colocar em risco a vida do recém-nascido.

Fonte: Daily Mirror / Bol

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.