Mulher é presa por agredir marido que não parava de peidar na cama

O peidorreiro acabou denunciando-a por agressão; Ela alegou que não aguentava mais sentir odores fedorentos e, por conta disso, não conseguia dormir

Todo fim de ano é a mesma coisa, as pessoas se deparam com uma variedade de comida que causa várias preocupações. A maior delas é sempre o quanto cada um irá engordar e se aquela roupa nova servirá após a virada do ano. Mas cuidado, mais do que engordar, a mistura de comidas pesadas pode provocar gases bem inconveniente. Mal cheiro que nem rolha adianta. Por isso, o jeito é se cuidar e não cometer o mesmo erro dessa americana que ficou famosa em todo o mundo. A mulher identificada apenas como Dawn foi presa depois de não aguentar mais os peidos que seu marido soltava na cama.

O caso foi registrado na Flórida, nos Estados Unidos. Dawn já estava cansada de brigar todas as noites com o marido, que não estaria fazendo uma dieta regrada e soltava os gases involuntariamente. Tanto fedor não deixava a mulher dormir. O “peidorreiro” foi identificado como Donald Fitzroy Maikle.

Ele prestou depoimento à polícia, que por incrível que pareça, precisou intervir no caso. Na conversa com os policiais, ele revelou que sua mulher não queria mais que ele deitasse em sua cama por peidar demais e que ela sempre discutia muito com ele por conta disso. No fim das contas, Donald sempre conseguia entrar no quarto dos “pombinhos”, mas enquanto sua esposa Dawn tentava dormir, ele não parava de soltar gases.

Durante a madrugada, um peido sonoro e mal cheiroso foi produzido pelo homem, que não só despertou sua esposa do sono, mas também a ira dela. Raivosa, a dona de casa decidiu usar um spray de pimenta contra ele. Donald então chamou a polícia, que prendeu a mulher por agressão. Depois de pagar fiança, ela foi solta, mas disse que não é obrigada a sentir mal odor e que, quando namorava o esposo, ele não peidava tanto. Apesar de tudo, o casal permanece junto e na mesma casa, mas em quartos diferentes.

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.