Mulher inseminada com embrião errado terá que entregar bebê a pais

Carolyn Savage

Carolyn Savage, de 40 anos, viu o sonho de se tornar mãe pela quarta vez virar pesadelo quando ficou sabendo que médicos usaram o embrião errado na inseminação artificial a qual foi submetida no início do ano.

Grávida de oito meses de um menino, ela terá que dar o bebê aos pais biológicos assim que ele nascer.

“A pior parte vai ser entregá-lo. Falei com a mãe dessa criança com a qual estava sonhando e esperando tanto e disse que queremos apenas um tempo para dizer olá e adeus”, disse Carolyn em entrevista ao jornal britânico “Daily Mail”.

Carolyn disse que ela e o marido, Sean, ficaram em estado de choque quando souberam do erro médico, mas que tentam encarar isso como um presente que darão à família biológica do bebê que, até oito meses atrás, sequer conheciam.

Inseminação
O casal Savage, que tem dois meninos e uma menina, decidiu usar em fevereiro o último dos embriões congelados.

A má notícia foi dada primeiro a Sean, que estava no trabalho. Depois, foi a vez de ele comunicar a esposa sobre o terrível engano: “Eu tenho más notícias. Você está grávida, mas eles transferiram o embrião errado”, lembra.

Religioso, o casal não quis recorrer ao aborto, mas disse que sempre vai querer notícias da criança. “Queremos apenas saber se ele está saudável e feliz”, disse Carolyn.

Os advogados do casal tentam agora fazer com que a clínica de fertilização assuma toda a responsabilidade do erro.

Fonte: eBAND

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.