ONG paga até R$ 35 mil por ano para doadores de fezes

Inacreditável mas uma organização americana paga (e bem!) por nada mais, nada menos que as fezes de pessoas saudáveis

A ONG OpenBiome utiliza o material para o tratamento de pacientes com uma infecção séria causada pela bactéria Clostridium difficile, que causa graves problemas gastrointestinais e é resistente a antibióticos. Esse procedimento é relativamente novo, mas extremamente eficiente, oferecendo um índice de 90% de sucesso.

O tratamento em questão envolve a administração de fezes saudáveis processadas no estômago do paciente por meio de endoscopia. Criada em 2013, a OpenBiome já entregou mais de 2 mil tratamentos em 185 hospitais dos EUA. Para ser doador, é preciso ser extremamente saudável e passar por uma enorme bateria de exames. E só para que você tenha uma ideia da complexidade da seleção, de mil interessados em fazer parte do time, apenas 4% foram selecionados nos últimos 2 anos. Segundo o pessoal da ONG, a maioria dos doadores é composta por universitários ou jovens recrutados da academia vizinha da organização.

bactéria difficile
Bactéria difficile

A forma de ganhar dinheiro é simples: para cada amostra de fezes saudáveis, são pagos R$ 109 ao doador. Se a pessoa comparecer por cinco dias seguidos, leva um bônus de R$ 137. Sendo assim, é possível conseguir R$ 677 por semana — ou cerca de R$ 35 mil por ano enquanto, de quebra, salva várias vidas. Confira o diagrama de doações abaixo!

diagrama doação de fezes

Fonte: NoticiasBizarras.com via IFL Science

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.