Paris Hilton confunde Mandela com Luther King no Twitter

O perfil oficial de Paris Hilton cometeu uma gafe sobre a morte de Nelson Mandela, na noite desta quinta-feira (5). Ao prestar uma homenagem ao líder sul-africano, o tuíte confundiu Mandela com o pastor e ativista político negro Martin Luther King.

“RIP Nelson Mandela. Seu discurso “I Have a Dream’ foi tão inspirador. Um homem incrível”, escreveu ela, citando o famoso discurso “Eu Tive um Sonho”, de Luther King. O discurso, realizado no dia 28 de agosto de 1963, em Washington, fala da necessidade de união entre negros e brancos no futuro e foi um momento decisivo na história do Movimento Americano pelos Direitos Civis. O ativista morreu assassinado em 1968.

Assim que escreveu a mensagem, Paris Hilton  foi alertada por seus seguidores sobre a confusão. Ao saber da gafe, Paris apagou o tuíte e disse que não foi ela quem escreveu: “É uma falta de respeito esse idiota que escreveu aqui”, disse, sugerindo que um hacker poderia ter acessado seu perfil no Twitter e deixado a mensagem equivocada. Para isso, o suposto “fake” teria de usar a conta de Paris no mesmo momento que ela.

paris-hilton-fake-twitter

Essa suposta gafe cometida pela socialite Paris Hilton no Twitter foi alvo de críticas e piadas desde a noite desta quinta-feira, pelas redes sociais.

Morte

O líder sul-africano Nelson Mandela, 95, morreu nesta quinta (5) em sua residência, em Johannesburgo, para onde havia sido levado no dia 1º de setembro após passar quase três meses internado para tratamento de uma infecção pulmonar. O ex-presidente vivia com a mulher Graça Machel, viúva de Samora Machel (1933-1986), ex-presidente moçambicano.

Mandela foi o maior símbolo de combate ao regime de segregação racial conhecido como apartheid, que foi oficializado em 1948 na África do Sul e negava aos negros (maioria da população), mestiços e asiáticos (uma expressiva colônia de imigrantes) direitos políticos, sociais e econômicos.

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.