Prefeito pede retirada de monumento fálico antes da visita do Papa

O prefeito de uma cidade próxima ao aeroporto internacional de Malta pediu nesta segunda-feira a retirada de um monumento que evoca a forma de um pênis, para não ofender o Papa Bento XVI, que realiza visita à ilha no próximo final de semana.

Para John Schembri, prefeito de Luqa, a obra “vergonhosa, vulgar, obscena e embaraçosa” deverá ser retirada “em sinal de respeito”.

O monumento, batizado Coluna Mediterrânea, é assinado pelo escultor e ceramista Paul Vella Critien, que instalou outros similares na Alemanha, na Itália e na Austrália, em Melbourne e Sydney.

Desde a instalação da coluna turquesa mesclada de verde, vermelho e amarelo, num cruzamento da entrada da cidade, em janeiro de 2006, vários habitantes da ilha, de maioria católica, expressaram queixas.

Para o escultor, a coluna de vanguarda, inspirada na antiguidade egípcia, “aponta para a eternidade”.

Fonte: AFP

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.