TOP 10 mortes extremamente irônicas e bizarras

Acidente? Doença grave? Velhice? Algumas pessoas simplesmente acham essas maneiras de morrer completamente desinteressantes e resolveram fazer algo diferente

Confira essa super seleção de mortes extremamente irônicas e, claro, bizarras!

10. Mulher morre em seu próprio funeral

Mortes irônicas e bizarras 10

Fagilyu Mukhametzyanov, 49 anos, de Kazan, na Rússia, acordou no meio de seu próprio funeral. A mulher tinha sido declarada morta de ataque cardíaco e sua família e amigos estavam reunidos sobre seu caixão aberto. Ela despertou e começou a gritar, tendo sido imediatamente levada de volta ao hospital. Infelizmente, a mulher só viveu mais 10 minutos.

9. Acidente aéreo mata 3 pessoas dentro de um simulador de voo

simulador de voo

A simulação de voo terminou com uma dose dura de realidade quando um Beechcraft King Air 200, decolando em Wichita, Kansas (EUA), perdeu potência e se chocou contra o prédio da Kansas Flight Safety. Além do piloto, três pessoas que estavam praticando segurança de voos dentro de um simulador também faleceram.

8. Homem afoga em festa para salva-vidas

piscina salva-vidas

É irônico o suficiente que alguém se afogue em uma festa de salva-vidas, mas a reviravolta ainda mais estranha é que eles estavam comemorando a primeira temporada sem afogamentos na região! Quatro salva-vidas estavam de fato de plantão quando Jerome Moody foi encontrado completamente vestido no fundo de uma piscina no Departamento de Recreação de New Orleans (EUA). 100 salva-vidas estavam no local comemorando, junto com outros 100 convidados. Jerome, que foi visto nadando de roupa, não era um salva-vidas.

7. Advogado cai de prédio tentando provar que janela é inquebrável

Gary Hoy

Em 1993, Gary Hoy quis provar a todos os seus colegas de escritório que o vidro da janela do Toronto-Dominion Centre era impossível de ser quebrado. E provou, mas do jeito errado.
O homem bateu tanto no vidro que ele pulou (inteiro) para fora da armação da janela. Resultado: Hoy foi junto, despencando do 24º andar. Sua morte foi tão nada a ver que levou um Darwin Award, prêmio concedido àqueles que contribuem para a evolução humana de maneira excepcionalmente negativa.

6. Advogado dá um tiro em si mesmo, sem querer, enquanto tentava convencer o júri de que é possível matar por acidente

Clement Vallandigham

Clement Vallandigham lutou na Guerra Civil Americana e mesmo assim parece que não levava muito jeito com as armas (ou levava jeito demais, sei lá). Em 1871, aos 50 anos, Clement pegou um caso jurídico no qual defendia um homem acusado de atirar em um rapaz numa briga de bar. Sua alegação dizia que era possível a vítima ter atirado em si mesma por acidente enquanto tentava tirar a pistola do bolso – e quis fazer uma demonstração ao júri.
Resultado: Clement realmente provou o seu ponto de vista, mas a que preço! A arma estava carregada e ele não resistiu ao ferimento.

5. Ex-prisioneiro no corredor da morte acidentalmente se eletrocuta

vaso sanitário

Lawrence Baker, condenado por assassinato em primeiro grau em 1979, foi salvo do corredor da morte em 1987 e sentenciado à prisão perpétua em vez disso. No entanto, isso não o impediu de ser eletrocutado em uma cadeira (na verdade, o seu próprio vaso sanitário de alumínio). Baker estava assistindo TV e usando fones caseiros quando sentou-se no vaso. Aparentemente, houve um curto-circuito com a fiação, que lhe deu um choque mortal.

4. J. I. Rodale, entusiasta de alimentos orgânicos, morre de ataque cardíaco

jl-rodale

J. I. Rodale foi o primeiro grande entusiasta dos alimentos orgânicos. Ele também era muito desconfiado da medicina tradicional, e inventou muitas “curas” orgânicas para doenças, incluindo a poliomielite. Em 7 de junho de 1971, ele apareceu no programa de Dick Cavett, vangloriando-se que tinha “decidido a viver até os cem anos” e que “nunca se sentiu melhor em sua vida”. No entanto, ao sentar-se no sofá enquanto Cavett estava entrevistando um segundo convidado, Rodale sofreu um ataque cardíaco e morreu no ar com a idade de 72 anos.

3. Homem morre em um protesto contra capacetes para andar de moto

mortes-ironicas

Phillip A. Contos era contra a lei de obrigatoriedade do uso do capacete, e estava em um protesto junto com outros 550 motociclistas para mostrar como se sentia sobre o assunto. Durante o passeio, Contos derrapou e voou sobre o guidão de sua Harley, caindo no cimento. Os médicos concluíram que, se ele estivesse usando um capacete, teria sobrevivido.

2. Praticante de BASE jumping morre ao prestar tributo a um amigo morto

alvaro bulto

BASE jumping (paraquedismo a partir de uma estrutura fixa ou penhasco usando um paraquedas próprio para baixas altitudes) é considerado um esporte extremamente perigoso, com 242 mortes desde 1981. Duas dessas mortes foram Álvaro Bultó Sagnier, um ator espanhol que faleceu nos Alpes, e o chef Darío Barrio. Barrio morreu durante a execução de uma manobra similar à que matou Sangier, concebida como uma homenagem ao seu falecido amigo.

1. Criador do desafio do balde de gelo morre afogado

criador do desafio do gelo

Morreu afogado, nos Estados Unidos, o criador do desafio do balde de gelo, Corey Griffin, que teve a ideia da campanha depois que um de seus amigos, Pete Frates, foi diagnosticado com a doença. O rapaz conseguiu mobilizar o mundo numa campanha que arrecadou milhares de dólares em doações.

Post adaptado do site HypeScience

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.