Triatleta é confundido com imigrante ilegal ao atravessar canal a nado

A preocupação com a imigração ilegal é algo que deve ser levado a sério, mas o triatleta australiano John van Wisse passou por uma situação bizarra quando se preparava para atravessar mais uma vez o Canal da Mancha a nado: foi confundido com um imigrante ilegal na Inglaterra

O nadador posava para fotos em um barco na praia de Shakespeare, na cidade de Dover, antes de começar a travessia de cerca de 34 km até Calais, na França.

No entanto, a polícia foi chamada por um transeunte que achava que o nadador era um imigrante tentando chegar à costa da Inglaterra com o barco.

A polícia disse ao jornal Dover Express que um casal foi o responsável pela confusão – que fez com que oficiais da guarda costeira e da patrulha de fronteira fossem até o local.

Situação ‘engraçada’

Relatos de testemunhas disseram que Van Wisse pulava do barco onde estava para a água, posando para as fotos. O casal permaneceu na praia observando seus movimentos enquanto alertava as autoridades.

Ao perceber o engano, moradores locais dizem que a polícia “viu graça na situação”.

O triatleta, de 41 anos, participa do desafio esportivo “Arch to Arc” (Arco a arco, em tradução livre), cujo percurso vai do Marble Arch, em Londres, até o Arco do Triunfo, em Paris.

Ele correu 140 km de Londres a Dover antes de dar início à travessia do Canal da Mancha. Ao chegar na França, ele precisará pedalar 290 km até Paris.

Van Wisse, que já atravessou três vezes o Canal da Mancha a nado, pretende quebrar o recorde do inglês Mark Bayliss, que completou a prova entre Londres e Paris em 73 horas e 39 minutos em 2012.

Fonte: BBC

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.