Universitários disputam título mundial de batucada usando apenas materiais escolares

Realizada na tarde deste sábado (11/6) no Anfiteatro do Morro da Urca, a finalíssima da competição mundial de batucada universitária Tum Tum Pá sagrou o quarteto egípcio “STB” (Sexually Transmitted Beats) como grande campeão. O grupo conquistou o maior número de notas 10 nos quesitos Ritmo e Criatividade e liderou a competição desde a primeira fase, de onde saiu líder para a segunda rodada, reunindo as 10 melhores equipes – ao todo, foram 31 grupos com 29 países representados.

“Estamos muito felizes com a vitória e por ela ter ocorrido neste país sensacional que é o Brasil”, disse Nayir Osama, endossado pelos demais integrantes do grupo. Depois do Egito, país vencedor com 119 pontos, veio o Brasil, representado pelos paulistanos dos “Prostitutos do Ritmo”, com 115 pontos, e os jamaicanos do “Ground Zero”, que ficaram em terceiro, com 112.

O júri foi composto por Neguinho da Beija-Flor, pelo DJ Sany Pitbull e pelo músico multinstrumentista argentino Eduardo Schmidt. “Pois é, uma coisa é ser julgado, e outra é julgar, né? Mas foi incrível”, resumiu Neguinho que, por um dia, experimentou como é estar na pele de juiz.

A arena manteve-se lotada durante todo o tempo e a torcida deu um show à parte. Os brasileiros vicecampeões aproveitaram cada instante deste incentivo a mais. “O apoio da torcida fez toda a diferença. O brasileiro já tem um suingue próprio correndo nas veias”, complementou Luis Antonio, também conhecido como Pelé, que integrou o time paulistano.

No Tum Tum Pá, objetos que fazem parte do dia-a-dia da sala de aula substituem os instrumentos musicais. Portanto, lápis, réguas, borrachas, tampa das mesas, latas, fita adesiva e o que mais a criatividade dos universitários encontrar como fonte para tirar um bom som estão valendo. Na competição, os grupos tinham 1 minuto para executar uma composição original na primeira rodada. As 10 equipes que somaram mais pontos nos quesitos Ritmo e Criatividade passaram para a segunda fase, onde apresentaram um cover, além de repetir a performance original.

Para selecionar os 31 times que vieram ao Brasil, foram realizadas cerca de 300 seletivas pelo mundo, com a participação de mais de 6.500 universitários.

TUM TUM PÁ – FINAL MUNDIAL
Rio de Janeiro, Morro da Urca. Dia 11/06/2011, sábado

Primeiro Lugar:
Grupo: STB (Sexually Transmitted Beats)/ País: Egito (119 pontos)
Integrantes: Shahir Iskandar, Youssef Mahmoud, Nayir Osama e Ahmed El Din

Segundo Lugar:
Grupo: Prostitutos do Ritmo – Univ. Mackenzie, São Paulo/ País: Brasil (115 pontos)
Integrantes: Emerson Miranda, Fellini Conti, Marcos Antonio Lucas Jr e Luis Antonio Manso da Silva

Terceiro Lugar:
Grupo: Ground Zero/ País: Jamaica (112 pontos)
Integrantes: Whynn Phyllip, Kemoy Allen, Blake Kamardo e Lewin Alton

NÚMEROS DA FINAL MUNDIAL
31 equipes
29 países
150 participantes

Fonte: Red Bull

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.