Vovó é presa após pegar voo sem passagem

Marilyn Jean Hartman, 62 anos, burlou a segurança e voou de San Jose para Los Angeles, na Califórnia (EUA), sem passagem aérea

A americana Marilyn Jean Hartman, de 62 anos, foi condenada na quarta-feira (13) a 177 dias de cadeia depois que conseguiu burlar a segurança e voar de San Jose para Los Angeles, na Califórnia (EUA), sem passagem aérea.

A mulher recebeu a pena após não cumprir uma determinação da Justiça que a obrigava a manter distância do aeroporto de Los Angeles. No entanto ela violou a ordem e retornou ao aeroporto no dia seguinte.

Marilyn Jean Hartman foi presa no dia 4 de agosto ao desembarcar em Los Angeles. Ela acabou condenada a três dias de cadeia (pena que só precisaria cumprir se cometesse outra infração), a dois anos de liberdade condicional e a manter distância do aeroporto.

No entanto a mulher descumpriu a ordem e voltou ao aeroporto. Por ter violado sua liberdade condicional, a Justiça aumentou sua pena para 177 de prisão.

Fonte: G1

Comentar

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.